dezembro 4, 2021

Softwares de automação: a importância de contar com uma ferramenta para auxiliar nas necessidades da gestão empresarial

Para uma melhor eficiência, além da possibilidade de uma maior visibilidade dos resultados alcançados em um empreendimento, é importante que um gestor conte com o apoio de um software de gestão empresarial – mais conhecido como sistema ERP (Enterprise Resource Planning ou Sistema de Gestão Integrado, em português).

Essa ferramenta tem como intuito principal melhorar um processo (de produção, prestação de serviço, vendas e quaisquer outros) ao substituir tarefas repetitivas e burocráticas operadas por pessoas por uma forma de integração com um sistema tornando-a automática.

Não é à toa que para ajudar no crescimento do negócio, muitas empresas vão em busca desse recurso tecnológico capaz de cuidar de todas as operações que acontece diariamente em uma empresa.

Facilidade de automação de gestão

A automação de pagamentos e recebimentos do software DotBank ERP – primeira fintech de banco digital que atua como franquia no Brasil – foi desenvolvida com o intuito de facilitar e entregar performance às empresas do comércio e varejo.

Visando esse objetivo, a plataforma precisa de poucos comandos humanos para gerar boleto de cobrança sobre uma venda e enviar por e-mail ao cliente. A desenvoltura se estende ao processo de gerenciamento de contas a pagar, aonde o usuário imputa informações do título a ser pago ou da conta bancária destino de um pagamento e faz o agendamento para a data desejada.

Dentro do seu portfólio de produtos em ERP, suas aplicações são integradas a outros departamentos da empresa permitindo controle de estoque, gerenciamento de produtos, pedidos de venda, emissão de nota fiscal, gráficos de faturamento, entre muitas outras funções.

Amanda Pinatti, diretora de operações do DotBank, explica que a inteligência do software se comunica com a conta digital DotBank do cliente e realiza o pagamento na data agendada, retorna o comprovante de pagamento no software e realiza a baixa da respectiva conta a pagar. “Dessa forma o responsável por essa rotina, faz o acompanhamento através de relatórios e não a operação em si, que costuma tomar uma agenda que poderia estar voltada para desenvolvimento de estratégias de vendas ou ações de marketing, por exemplo. Além de minimizar erros humanos, pagamentos duplicados, dentre outros cenários comuns na realização dessa atividade”, afirma.

Um cenário comum é a contratação de BPO (Business Process Outsourcing), que nada mais é do que a terceirização da gestão de um determinado processo, no caso o financeiro. O empresário pontua que de um modo geral isso ocorre quando a empresa opta por contratar o serviço de outra empresa para fazer a gestão do negócio dela, seja por falta de tempo para se dedicar ao processo, ou por não possuir recursos para manter pessoal qualificado para a atividade.

“Com a combinação de soluções que o DotBank oferece, o gestor se sente seguro para liderar todas as etapas da esteira da empresa, pois tem fácil acesso a relatórios e a parte operacional é realizada por robôs, sendo tão eficiente que não se torna necessário a terceirização de processos financeiros”, diz. Amanda ainda acrescenta que: “A combinação do banco com o software de gestão é muito simples de usar, empresas de pequeno e médio porte e de diversos segmentos de atuação podem se beneficiar com as funcionalidades do DotBank. O grande objetivo de desenvolver soluções a partir da Inteligência Artificial é tornar a vida do gestor mais prática, não o contrário”.

Desburocratização de serviços bancários

É real a informação quando dizem que o comerciante ou lojista que só aceita dinheiro como meio de pagamento, não vende. Segundo pesquisa realizada em 2020 pela Visa, uma das maiores operadores de pagamentos digitais do mundo, revelou que cerca de 78% dos brasileiros deixaram de usar dinheiro físico.

“Isso ocorreu por inúmeros fatores e a pandemia acelerou muito as tecnologias que temos hoje e o acesso da população às mesmas. O estabelecimento que não se adapta ao recebimento através de outros meios, como cartão de crédito, débito e meios digitais, tendem a vender menos”, avalia Pinatti.

O DotBank tem a missão de desburocratizar a vida dos empresários do comércio e varejo, trazendo soluções que atendam o operador de caixa lá na ponta e o terminal para recebimento de cartão é uma delas.

Com taxas competitivas e uma mecânica diferente de atuação no mercado, a franquia busca ajudar o segmento nessa retomada da economia com tecnologia e agilidade. Em conjunto, a conta digital DotBank facilita o dia a dia do financeiro da empresa, que através da plataforma realiza pagamentos de boletos, contas de consumo e até impostos, além de ser possível resolver tudo on-line com o gerente da conta sem precisar sair do escritório.

O lojista terá duas opções de atuação com maquinetas no mundo físico, na primeira ele compra o terminal e a tabela de taxas utilizadas é uma padrão que não difere o segmento de atuação ou faturamento mensal. Já no segundo formato, o terminal vai em comodato, a tabela é de acordo com o segmento de atuação do cliente e possuem taxas mais agressivas no mercado, além disso, há uma tarifa por transação aprovada e uma mensalidade que varia de acordo com o valor transacionado em cartão pelo estabelecimento. Também está incluso nessa segunda opção, o uso de um software DotBank ERP, uma Loja Virtual DotBank, PDV e PDV Portátil, Coletor Portátil, Super Push e Conta Digital.

Sobre o DotBank

Fundada em 2019, na cidade de Birigui, interior de São Paulo, o DotBank é um banco digital voltado para empresas com alto volume de emissão de boletos bancários e que desejam automatizar 100% seu fluxo de pagamento e recebimento. Além desses serviços, a plataforma também realiza conciliação e automação de finanças com integrações em softwares de gestão, entre diversos outros. Com atuação no mercado de franquias, o DotBank atua com o modelo home office, cujo investimento inicial é a partir de R$21 mil e se destaca ao ser o primeiro banco digital a operar como franquia no Brasil. Atualmente a rede possui 18 unidades distribuídas pelo Brasil.