23/04/2024

Comprar fundos imobiliários é uma ótima maneira de diversificar sua carteira de investimentos. Se você está pensando em fazer isso, há muitas coisas a considerar antes de investir.

Neste artigo, forneceremos todas as informações necessárias para ajudá-lo a tomar uma decisão bem informada. Vamos lá?

Como comprar fundos imobiliários

Os fundos imobiliários são investimentos que podem oferecer retornos excepcionalmente altos e possibilidade de diversificação para os investidores. No entanto, comprar fundos imobiliários não é tão simples quanto comprar ações.

Primeiro, os investidores devem escolher um gestor de fundos qualificado que possa fornecer conselhos personalizados sobre as melhores opções de fundos imobiliários, além de ajudar a decidir se o investimento se adapta aos objetivos financeiros e à tolerância ao risco.

Uma vez decidido, o investidor deve iniciar o processo de compra. Ele precisará abrir uma conta de investimento em uma corretora de valores que ofereça acesso a fundos imobiliários. A corretora providenciará a documentação necessária e orientação passo a passo sobre como fazer a compra.

Após a compra, o investidor deverá monitorar de perto o seu investimento. O gestor pode fornecer informações importantes para ajudar o investidor a tomar decisões sobre quando comprar, quando vender e quando reinvestir.

Temos esse artigo que você pode gostar: Melhor corretora para fundos imobiliários.

Além disso, o investidor pode aproveitar oportunidades especiais, tais como ofertas de descontos em imóveis ou empréstimos imobiliários.

Escolhendo o melhor fundo imobiliário

Escolher o melhor fundo imobiliário para investir não é tarefa fácil. O investidor deve levar em consideração alguns principais fatores para se certificar de que está fazendo a escolha certa.

Entre os fatores que devem ser considerados estão o histórico de desempenho, o tipo de ativos nos quais o fundo investe, o tamanho da carteira, a qualidade do gestor e a taxa de administração.

Aplicativos e sites especializados têm ferramentas que listam diversos fundos imobiliários com informações completas de todos os fatores mencionados acima, o que facilita o processo de comparar e escolher o melhor fundo para seus objetivos de investimento.

Considerando os custos associados

Quando você compra fundos imobiliários, existem alguns custos envolvidos. A taxa de custódia é cobrada pelo banco custodiante, e representa um custo fixo mensal para você.

Além disso, a taxa de administração é cobrada pelo gerente do fundo. Esta taxa não é cobrada mensalmente, mas sim a cada doze meses, geralmente como uma porcentagem da quantia investida.

É importante considerar que as taxas de custódia e administração podem afetar significativamente o retorno do seu investimento. Por isso, é essencial pesquisar quais são as taxas cobradas por cada fundo, antes de tomar a decisão de investir.

Cuidados com a regulamentação

Antes de comprar fundos imobiliários, é importante verificar se esses fundos estão regulamentados, pois é justamente isso que garante a segurança dos investimentos.

Portanto, verifique se eles estão de acordo com a lei que regulamenta os fundos imobiliários brasileiros, que é a Lei 11.820/2008.

Além disso, certifique-se de que o fundo imobiliário se enquadre nas regras da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e que possua o selo de qualidade do Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Vantagens de investir em fundos imobiliários

Investir em fundos imobiliários traz diversas vantagens.

A primeira delas é que esses investimentos são considerados um dos mais seguros, pois contam com o suporte de um fundo de investimento, o que torna o risco de perder o capital investido menor.

Além disso, é possível diversificar seus investimentos com fundos imobiliários, permitindo obter lucros com diferentes tipos de imóveis, sem ter que se preocupar com a administração deles.

Outra vantagem é que os fundos imobiliários são isentos de Imposto de Renda, então os investidores não precisam se preocupar com o imposto sobre seus ganhos.

Como se não bastasse, os fundos imobiliários também oferecem aos investidores a possibilidade de obter grandes retornos, bem como a liquidez de seus investimentos.

Riscos associados ao investimento em fundos imobiliários

O investimento em fundos imobiliários envolve riscos que podem resultar em perdas para o investidor. O risco de crédito está relacionado à capacidade de pagamento dos emissores de títulos de dívida (debêntures, cotas de crédito imobiliário, etc.) que compõem a carteira do fundo.

Outro risco é o de mercado, ou seja, a flutuação dos preços dos títulos de renda variável (ações, cotas de fundos de investimento, etc.) ligados ao mercado imobiliário que podem resultar em perdas para os investidores.

Além disso, há risco de liquidez, que são dificuldades na venda dos títulos para recuperar os investimentos.

Por fim, há riscos relacionados à gestão do fundo, quando o administrador não executa as estratégias ou não consegue alcançar os resultados esperados.

É importante que o investidor esteja ciente de todos os riscos envolvidos antes de realizar o investimento.

Risco da própria empresa gestora

Ao comprar fundos imobiliários, um dos principais riscos é o desempenho da empresa gestora do fundo.

É importante compreender que, caso a empresa gestora falhe, isso é altamente prejudicial para o fundo imobiliário.

A situação piora se a empresa gestora não tiver nenhuma garantia de segurança, pois não haverá ninguém para assumir o controle.

Uma boa forma de reduzir esse risco é optar por empresas gestoras sólidas e confiáveis, que possuam uma reputação comprovada e experiência em gerir fundos imobiliários.

Risco de liquidez

Os fundos imobiliários são investimentos que oferecem diversos benefícios, mas também possuem alguns riscos. Um dos mais significativos é o de liquidez.

Para investir na compra de fundos imobiliários, é importante ter conhecimento desse risco, pois ele pode afetar diretamente os retornos financeiros.

O risco de liquidez refere-se à possibilidade de um fundo imobiliário não ter liquidez suficiente para cumprir com os pagamentos previstos.

Quando isso acontece, os investidores não conseguem vender nem resgatar seus ativos de uma forma rápida e eficaz, e isso pode ter um grande impacto financeiro.

Embora o investimento em fundos imobiliários possa ser menos arriscado do que o investimento em outros ativos, é importante que os investidores compreendam os riscos envolvidos.

Risco de mercado

Quando se trata de investir em fundos imobiliários, o risco de mercado é um fator crucial a se considerar.

É importante lembrar que a volatilidade dos fundos imobiliários pode ser significativa, devido a fatores como a flutuação de preços dos imóveis, a incerteza da economia e a demanda por locais específicos.

É sempre uma boa ideia buscar a assessoria de um profissional de investimentos qualificado antes de tomar uma decisão.

Ao avaliar o risco de mercado, é importante considerar se o desempenho histórico do fundo é consistente com seus objetivos de investimento.